Tiro com arco registra rpida evoluo e quer fazer bom papel em 2016

O Blog do Sindi-Clube informa sobre os preparativos realizados por mais uma equipe brasileira que vai representar o Brasil na Olimpíada Rio 2016.

Neste post, a modalidade a ser destacada é o tiro com arco, que vem de um resultado que pode ser considerado alvissareiro.

No mundial da Turquia, realizado em setembro, a atleta Sarah Nikitin, de 24 anos, ficou em oitavo lugar, com o arco recurvo.

Esse resultado, inédito, colocou a arqueira entre as melhores do mundo.

Além disso, no Campeonato Mundial Juvenil e Cadete da modalidade, terminado em 20 de outubro, na China, o Brasil, que participou com seis atletas, obteve resultado expressivo com Ane Marcelle, de 18 anos, que venceu a coreana Lee, primeira no ranking mundial, na categoria juvenil.

Vinicius Dalmeida e Isabella Bergantin, na categoria cadete, alcançaram a também inédita nona posição para o país.

Registre-se ainda que Marcus Vinícius Dalmeida, de 15 anos, garantiu a vaga para o campeonato classificatório dos Jogos Olímpicos da Juventude de 2014.

Esses resultados deixam otimista Eros Fauni, coordenador técnico da Confederação Brasileira de Tiro com Arco:

“Em Londres, o Brasil só foi representado por um atleta, que ficou na 33ª posição. Para a Olimpíada de 2016, a perspectiva é de que, pelo menos, um atleta fique entre os oito melhores colocados, assim como a equipe brasileira. Essas colocações podem significar medalha brasileira na modalidade. O tiro com arco está evoluindo e nossos atletas têm obtido colocações inéditas, como no último mundial, na Turquia, com a atleta Sarah Nikitin, e no Mundial Juvenil Cadete realizado na China”.

Veja a publicação original em http://blogdosindiclube.wordpress.com/2013/10/23/tiro-com-arco-registra-rapida-evolucao-e-quer-fazer-bom-papel-em-2016/

 

 

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support