Prêmio Brasil Olímpico 2013

 

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) homenageou nos dias 11 e 17 de dezembro os melhores atletas, técnicos e dirigentes de 2013, na 15ª edição do Prêmio Brasil Olímpico. No dia 11 foi a vez do Prêmio Paralímpico, realizado no Rio de Janeiro, e o goiano Andrey Muniz conquistou o título de melhor atleta de Tiro com Arco de 2013. Na semana seguinte, no dia 17, a comemoração foi em São Paulo e a arqueira Sarah Nikitin recebeu o prêmio de melhor atleta de 2013, na sua modalidade.
            O que começou como um hobby em 2008 virou profissão e agora Andrey está ranqueado entre os oito melhores do mundo. O arqueiro já atirou na Tailândia, Holanda, República Checa, Índia, Inglaterra, Itália e México isso sem citar as tantas cidades brasileiras que competiu.
             Sarah iniciou na modalidade em 2003 sem grandes pretensões, mas já tem uma história de sucesso. Em 2011 se tornou a primeira brasileira a romper a barreira dos 1.300 pontos, quebrando o recorde nacional, que era de 1305. A arqueira conseguiu um feito inédito para o Brasil este ano, pela primeira vez na prova recurvo, uma atleta ficou entre os oito melhores do mundo.
            Além do sucesso do Tiro com Arco, o Brasil, até o momento, conquistou 26 medalhas em campeonatos mundiais ou competições, uma mudança radical nos rumos do esporte brasileiro. A razão desses resultados se deve pela experiência que vem se acumulando e do trabalho em conjunto do COB e do Ministério do Esporte na conquista de medalhas para o Brasil.