Nota de pesar pelo falecimento de Andr Gustavo Richer

(Nota do COB)

Entidade (COB) decreta luto oficial por três dias. Bandeira da entidade será hasteada a meio-mastro.

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento de André Gustavo Richer, 90 anos, ex-presidente da entidade. Richer faleceu nesta quarta-feira, dia 11, no Rio de Janeiro. O COB decretou luto oficial de três dias e terá sua bandeira hasteada a meio-mastro durante o período.

No COB, André Richer atuou em diversas áreas desde que ingressou na entidade, em 1975: foi diretor jurídico, diretor técnico e Chefe de Missão nos Jogos Olímpico Moscou 1980, Los Angeles 1984 e Seul 1988.

Com o falecimento de Jeronymo Bastos, assumiu a vice-presidência do COB e, entre 1990 e 1995, se tornaria Presidente do COB. Ao fim do período, retornou ao posto de Vice-presidente, cargo ocupado também no Comitê Organizador dos Jogos Pan-americanos Rio 2007.

“Richer teve uma vida inteiramente dedicada ao esporte. Líder nato desde os tempos de atleta olímpico, dedicou seu tempo e enorme energia ao desenvolvimento do esporte brasileiro, assumindo cargos de chefia tanto na CBF quanto no COB. O esporte brasileiro perde um dos seus mais importantes colaboradores”, afirmou o presidente do COB, Paulo Wanderley.

Em sua trajetória como atleta, André Richer, mineiro de Visconde do Rio Branco, colecionou títulos: campeão carioca, brasileiro e sul-americano de remo. Participou também dos Jogos Olímpicos Melbourne 1956 e dos Jogos Pan-americanos de Chicago 1959, sempre defendendo as cores da Seleção Brasileira e do Flamengo.

A fidelidade ao clube de coração o levou à presidência do Flamengo entre 1969 e 1973, experiência que o credenciou a ser diretor da Confederação Brasileira de Futebol entre 1975 e 1986.

Nesse momento de dor, o COB se solidariza aos familiares de André Gustavo Richer e de toda a comunidade do remo brasileiro.

Conheça a trajetória de André Richer:

No COB: Foi diretor técnico, diretor jurídico e presidente (1990 a 1995), e vice-presidente e secretário-geral (1995 a 2016). Chefiou a Missão Brasileira nos Jogos Olímpicos de Moscou (1980), Los Angeles (1984) e Seul (1988) e nas edições dos Jogos Pan-americanos de Caracas (1983), Indianápolis (1987) e Havana (1991).

Antes do COB: Chefiou a delegação brasileira na Copa do Mundo de Futebol na Argentina (1978). Membro do CND (Conselho Nacional de Desportos), de 1974 a 1995. Foi diretor da CBF, de 1975 a 1986. Diretor (1969 a 1979) e vice-presidente (1970 a 1978) para a América Latina da Federação Internacional de Remo. Presidiu o C.R Flamengo entre 1969 e 1973.

No mundo: Foi secretário-geral da ODEPA (Organização Desportiva Pan-americana) até 1995 e da ODESUR (Organização Desportiva Sul-americana) até 1998.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support